LEAL É NATURALIZADO BRASILEIRO E CRIA GRANDE EXPECTATIVA DE ATUAR PELA SELEÇÃO BRASILEIRA NAS OLIMPÍADAS DO RIO EM 2016

Após longo processo de avaliação, o ponteiro cubano Leal foi finalmente naturalizado brasileiro. Inicialmente, ele havia entrado com o pedido de residência fixa, o qual foi aceito meses atrás, logo depois, deu-se continuidade ao processo de naturalização do atleta, sendo publicado no Diário Oficial da União


Foto: Leandro Couri

Com apoio de sua atual equipe Sada/Cruzeiro, da Federação Mineira de Voleibol e da Confederação Brasileira de Voleibol, tudo foi alcançado com sucesso e ele já tem motivos para comemorar.

LEAL NA SELEÇÃO BRASILEIRA

A notícia da naturalização do ponteiro anima a todos, em especial ao técnico da seleção brasileira masculina Bernardinho, uma vez que ele afirmou em entrevista que via com bons olhos a naturalização do jogador e jamais dispensou a hipótese de convocá-lo caso isso viesse acontecer.

A parte mais difícil vem agora, isso porque para que Leal possa atuar pela seleção brasileira, é necessário o aval da Federação Internacional de Voleibol (FIVB). É uma história bastante complicada que envolve problemas de relacionamento, tendo como protagonista o ex-presidente da Confederação Brasileira de Voleibol, afastado do cargo por corrupção, porém, que ainda assume a posse de presidente da FIVB, não tendo então, interesse de facilitar as coisas para o lado brasileiro após tantas polêmicas.

Foto: Divulgação Desconhecida
Compartilhe no Google+

About Juliana Amaral

Brasileira e alagoana. Proprietária e Redatora da United for Volley, estudante de Jornalismo e Design Gráfico, jogadora de voleibol e amante de música pop.

0 comentários:

Postar um comentário