Casalmaggiore bate Vakifbank na grande final e conquista primeiro título da Champions League

Equipe italiana ignorou favoritismo turco e fez bonito diante da torcida em casa

Hoje (10), aconteceu a grande final da CEV Champions League Women. O Casalmaggiore recebeu o Vakifbank em Montechiari para o duelo que parou a cidade italiana. Em apenas 3 sets, mas com grande volume de jogo, as donas da casa derrotaram as turcas por 3 sets a 0 com as parciais (25/23, 25/23 e 25/22).  

 Foto: CEV

Esse foi o primeiro título da Champions League na história da equipe italiana que vem buscando seu espaço no cenário do voleibol mundial. Após a conquista, a emoção tomou conta das jogadoras e comissão técnica, sinal de que um trabalho árduo havia dado certo.

Foto: CEV

SOBRE O JOGO

O primeiro set durou 32 minutos e foi show de ambos os lados. As equipes mostravam-se determinadas a conquistar o título e trocavam pontos bravamente. Em nenhum momento algum time levou grande vantagem nas parciais, elas seguiam visivelmente equilibradas. As duas levantadoras acionando bastando o ataque de meio com as centrais, que marcaram muito bem. Na hora de decidir que venceria o set, a torcida do Casalmaggiore fez a diferença na reta final e empurrou o time pra abrir dois pontos e fechar a parcial bem apertada em 25/23.

Foto: CEV

O segundo set seguiu acirrado, com duração de 29 minutos. Pra quem acha que voleibol é definido só em pancada no ataque, se engana. Em vários dos lances, as jogadoras abusaram da técnica e até mesmo quando se atrapalhavam, mantinham a calma para pontuar de forma inteligente, uma vez que, o fundamento 'toque' foi essencial para a finalização das jogadas. Desde então, o Casalmaggiore fez boa passagem pelo saque, quebrando a recepção da equipe turca. Com o passe cada vez mais comprometido, a levantadora Naz se via sem muitas opções na rede, além de não conseguir chegar inteira no levantamento, prejudicando então, a virada de bola do Vakif. Essa reação foi benéfica para o Casalmaggiore que abriu 4 pontos de vantagem. Logo, o técnico do Vakif solicitou tempo técnico. A parada fez muito bem ao Vakif que voltou a correr atrás do marcador e conseguiu diminuir a vantagem, com destaque para o bloqueio turco.

Foto: CEV

A oposta brasileira Sheilla entrou na partida, e entrou bem. Substituindo a titular Lonneke, ela pontuou em vários fundamentos, e ajudou o volume de quadra do Vakifbank, que voltou a encostar no placar, dessa vez, empatando a parcial em 20/20. Quando o Vakif tinha a chance de encostar ainda mais para virar o placar, Milena Rasic errou o saque e deixou o time da casa com a bola do set. Desse jeito, não tinha muito o que fazer, o Casalmaggiore colocou a bola no chão e fechou a parcial em 25/23.

 Foto: CEV

Já no terceiro set, o mais disputado, com duração de 33 minutos, Sheilla permaneceu em quadra, sinal de que sua atuação no segundo set havia agradado ao técnico. O Vakifbank voltou bem, mas o erro na recepção ainda era um pecado bastante cometido. Quando as parciais voltaram a se igualar em 12/12, Lonneke retornou a partida no lugar de Sheilla. A volta da oposto não surtiu muito efeito de início, devido a forte marcação italiana em cima dela. Mas com o jogo mais fluído, Lonneke soltou o braço e passou a contribuir mais na partida. Até então, nenhuma surpresa, o placar seguia apertado e acirrado. No final do set, foi a vez do time da casa crescer. Elas cresceram devido a vários motivos, mas é impossível não ressaltar a energia positiva vinda da torcida italiana que compareceu em pelo no ginásio. Desse jeito, ficava mais fácil completar um serviço com todos ao redor torcendo a seu favor. O Casalmaggiore aproveitou o apoio do melhor jeito possível, lutou bastante a cada ponto e foi capaz de bater o temido Vakifbank por 3 sets a 0. No último ponto do jogo, a muralha italiana subiu junto com Lonneke para bloquear a oposta da equipe turca e confirmar um marco histórico na carreira do Casalmaggiore.

PREMIAÇÃO INDIVIDUAL 

Melhor líbero - Gizem (Vakifbank)


Melhor levantadora - Lloyd (Casalmaggiore)


Melhor oposta - Kozuch (Casalmaggiore)


Primeira melhor ponteira - Kim (Fenerbahçe)


Segunda melhor ponteira - Hill (Vakifbank)


Primeira melhor central - Eda Erdem (Fenerbahçe)


Segunda melhor central - Stevanovic (Casalmaggiore)


MVP - Piccinni (Casalmaggiore)



Confira a galeria de fotos da partida. Fotos: CEV 










 


Compartilhe no Google+

About Juliana Amaral

Brasileira e alagoana. Proprietária e Redatora da United for Volley, estudante de Jornalismo e Design Gráfico, jogadora de voleibol e amante de música pop.

0 comentários:

Postar um comentário