Zenit Kazan vence de virada o Trentino e levanta pela quarta vez a taça da Champions League

Em jogo que parecia perdido, a equipe russa virou o placar e sagrou-se campeã

Hoje (17), aconteceu a grande final da CEV Champions League Men. O Zenit Kazan enfrentou o Trentino em Cracóvia para o duelo que parou a cidade polonesa. Em um jogo que parecia se encaminhar para a vitória tranquila do Trentino por 3 sets a 0, se tornou um jogo acirrado de 5 sets, onde o Zenit Kazan buscou uma bela virada e reverteu a situação, levando a partida por 3 sets a 2 com as parciais (23/25, 22/25, 25/17, 27/25 e 15/13). 



 Foto: CEV
SOBRE O JOGO

O Zenit Kazan entrou em quadra com o levantador Kobzar, o oposto Mikhailov, os ponteiros Anderson e Leon, os centrais Gutsalyuk e Ashchev e o líbero Verbov. O Trentino veio pro jogo com o levantador Giannelli, o oposto Djuric, os ponteiros Antonov e Urnaut, os centrais Sebastian Sole e van de Voorde e o líbero Colaci.
No início da partida, o Trentino dominava o set com uma boa vantagem de 3 pontos diante dos adversários. Logo, chegaram ao primeiro tempo técnico obrigatório à frente (8/4). Precisando de uma rápida reação, o Zenit buscou a forçar mais o saque, que de imediato não parecia ser a melhor solução por ceder alguns pontos ao Trentino com erros no fundamento (10/6), mas em seguida surtiu o efeito e fez com que os russos encostassem no placar (13/15) e consequentemente um pedido de tempo do lado italiano para frear a reação do Zenit. Ao se aproximar da reta final do set, o jogo começou a ficar mais disputado e qualquer erro seria crucial para ambas as equipes. Buscando uma melhor atuação do time, o técnico russo fez uma troca simples de levantadores, saiu Kobzar e entrou o camisa 3, Butko. Mesmo com a mudança na equipe, o Zenit Kazan não impediu o Trentino de fechar a primeira parcial por (25/23), com 30 minutos de duração do set.

No segundo set, a formação inicial do Zenit já não era mais a mesma, o levantador reserva Butko, continuou em quadra. O jogo seguiu equilibrado até a casa dos 12 pontos, quando o Trentino cresceu em quadra e engatou uma vantagem de 4 pontos (16/12), até então a maior do segundo set. Na reta final, os times voltaram a trocar pontos e o Trentino apenas administrou bem a vantagem, fechando o set em (25/22), com 28 minutos de duração.

 Foto: Роман Кручинин

O terceiro set durou apenas 23 minutos e foi o menos equilibrado da final. Logo de início, mais uma troca do lado do Zenit Kazan, o central Demakov veio para quadra no lugar do Gutsalyuk. Com um bom saque do oposto russo Mikhailov, o Zenit chegou a primeira parada técnica do terceiro set com vantagem de 3 pontos (8/5). Ao decorrer da partida o Zenit impôs uma vantagem de seis pontos (17/11) diante do Trentino, a maior imposta na partida. Ambos os times seguiram trocando pontos e o Zenit Kazan fecha a terceira parcial por (25/17).

 Foto: Роман Кручинин 

No quarto set, o Trentino entrou em quadra mais agressivo e disposto a liquidar a partida, de cara abriu três pontos de vantagem (3/0). O Zenit reagiu acionando bastante no início do set o ponteiro Anderson, que marcou pontos de ataque e seguidamente um de bloqueio, empatando a partida (3/3). A primeira parada técnica do set aconteceu com o Trentino na frente (8/6). O jogo seguiu equilibrado até (12/12), quando o Zenit Kazan cresceu no jogo e fez (16/13). O time russo segurou a vantagem até três pontos seguidos do Trentino, que empatou a partida na reta final do set (19/19). O técnico russo parou o jogo para passar instruções aos seus jogadores, logo em seguida, Leon marcou dois pontos decisivo e fez com que o Zenit abrisse uma pequena vantagem (21/19). Dessa vez foi o técnico italiano que pediu tempo para evitar a ampliação da vantagem. Com 34 minutos de quarto set, vimos o Zenit Kazan empatar a partida ao fechar a parcial por (27/25).    


 Foto: Роман Кручинин

O último e decisivo set começou com trocas de pontos. A bela atuação do italiano Giannelli foi perceptível na quinta parcial, o jovem levantador abusou de bolas de segunda durante o jogo e principalmente no tie-break, porém o Zenit Kazan seguiu liderando o set com bons saques e contra ataques e acabou fechando a partida por (15/13) em 18 minutos. O maior pontuador da partida foi o oposto russo Mikhailov, com 22 pontos. Pelo lado italiano, Djuric foi o maior pontuador, com 17 acertos.
 
Premiação individual: 

Melhor líbero: Jénia Grebennikov - Civitanova
Segundo melhor central: Sebastian Sole - Trentino
Primeiro melhor central: Russell Holmes - Resovia Rzeszow
Segundo melhor ponteiro: Tine Urnaut - Trentino  
Primeiro melhor ponteiro: Leon - Zenit Kazan
Melhor oposto: Maxim Mikhailov - Zenit Kazan
Melhor levantador: Simone Giannelli - Trentino
MVP: Leon - Zenit Kazan


 Confira a galeria de fotos da partida. Fotos: Роман Кручинин 












Compartilhe no Google+

About Juliana Amaral

Brasileira e alagoana. Proprietária e Redatora da United for Volley, estudante de Jornalismo e Design Gráfico, jogadora de voleibol e amante de música pop.

0 comentários:

Postar um comentário