Brasil derrota Irã e espanta fantasma da má fase

Brasil se recupera da última derrota e continua na segunda posição da Liga Mundial

Hoje (24), a seleção masculina brasileira voltou às quadra após a derrota sofrida ontem diante da Sérvia. No duelo contra os iranianos, quem levou a melhor foram os brasileiros, que venceram a partida por 3 sets a 1 e parciais de (25/18, 24/26, 25/16 e 25/17).



Foto: FIVB 

SOBRE O JOGO 

O Brasil entrou em quadra com o levantador Bruninho, o oposto Wallace, os ponteiros Lucarelli e Maurício Borges, os centrais Lucão e Isac, junto ao líbero Tiago Brendle. Já a seleção iraniana teve como escalação inicial o levantador Marouf, o oposto Mahmoudi, os ponteiros Ebadipour e Manavinezhad, os centrais Seyed e Gholami e o líbero Marandi.

A seleção brasileira masculina começou a partida bastante atenta, logo, com bons saques do ponteiro Lucarelli, abriu uma vantagem considerável de 14/8. Desde então, o set fluiu a favor da seleção verde e amarela que administrou bem a virada de bola e chegou a segunda parada técnica à frente (16/10). Inspirado, Lucarelli teve mais uma eficiente passagem no saque e o Brasil seguiu ampliando a vantagem, chegando a ter 7 pontos de diferença (22/15). Com uma boa margem, ficou fácil para os brasileiros fecharem a parcial em 25/18.

 Foto: FIVB

Segundo set iniciado. Pintou equibrio no jogo até a primeira parada técnica, quando enfim, a seleção iraniana abriu dois pontos de vantagem (8/6). Na metade do set, o Irã abriu a maior vantagem imposta diante da seleção brasileira no jogo, fazendo 18/14. Com o auxílio da inversão com o levantador William e o oposto Evandro, o Brasil pontuou no bloqueio, se recuperou no placar que perdia de 21/17 e encostou no Irã, agora com 21/20. Na reta final do set, equilíbrio total, onde o que fez a diferença foi o saque iraniano e a deficiência brasileira na recepção. Fim de set e o Irã empata a partida com 26/24.

 Foto: FIVB

O Brasil começou o terceiro set à frente, de cara abriu 9/6. Ao decorrer do set, destaque para o ponteiro Maurício que fez uma boa passagem no saque e deixou o Brasil numa vantagem de 17/12, além de crescer na recepção e ser bastante decisivo nos contra-ataques, desafogando Lucarelli e Wallace. Hoje realmente foi o dia do jovem ponteiro Lucarelli no saque, ele novamente fez uma passagem eficiente, foram 4 saques que surtiram efeito e com a ajuda do bloqueio de Isac, o Brasil fechou o set em 25/16. Até então, esse foi o melhor set brasileiro no fundamento, com 3 pontos marcados.



 Foto: FIVB 

O quarto set foi de domínio total brasileiro, onde os garotos inicialmente fizeram 3/0. Daí em diante o Brasil foi ampliando a vantagem adquirida e chegou a primeira parada técnica com 8/3. Jogando em prol da vantagem, o sistema defensivo brasileiro funcionou bastante e isso colaborou com os erros adversários, que não conseguiram se recuperar no placar e perderam a última parcial por 25/17

O oposto Wallace foi o maior pontuador do confronto, marcando 17 vezes, já Maurício Borges vem logo atrás, com 16 pontos. 


 Foto: FIVB
Compartilhe no Google+

About Letícia Amaral

Brasileira e alagoana. Proprietária e Redatora da United for Volley, estudante de Jornalismo e Design Gráfico, jogadora de voleibol e amante de música pop.

0 comentários:

Postar um comentário