Levando 20 pontos de saque, Brasil perde invencibilidade na Liga Mundial

Pane atinge a Brasil durante o segundo set e a seleção não consegue se reestruturar

Hoje (23), em Belgrado, a seleção brasileira masculina enfrentou a Sérvia para o primeiro compromisso da segunda fase da Liga Mundial e também o duelo dos invictos. O resultado final deste confronto foi a virada dos donos da casa por 3 sets a 1 e parciais de (19/25, 25/15, 25/21 e 25/22).
 
 Foto: FIVB 

A Sérvia entrou em quadra com o levantador Jovovic, o oposto Atanasijevic, os ponteiros Nikic Ivovic, os centrais Lisinac Podrascanin e o líbero Majstorovic. Já a seleção brasileira iniciou a partida o levantador Bruninho, o oposto Wallace, os ponteiros Lucarelli Lipe, os centrais Lucão Maurício Souza e o líbero Serginho.

A partida começou acirrada, uma vez que a Sérvia, que não estará presente nas Olimpíadas, escalou seu time titular. Enquanto o Brasil continua mesclando o elenco para chegar a uma conclusão final nesse ciclo olímpico.

No decorrer do primeiro set, o Brasil fez excelente passagem pelo saque e seguiu valorizando o contra-ataque, colocou todas as bolas no chão e abriu 6 pontos de vantagem. Desde então impôs  superioridade verde e amarela na casa dos adversários. Com Bruninho inspirado e fazendo distribuições inteligente, ficava fácil para os atacantes rodarem bola, encaminhando o set pra vitória de 25/19.
Foto: FIVB

A superioridade brasileira só durou até o início do segundo set, quando a Sérvia deu uma bela acordada começando à frente no placar e investindo bastante no saque forçado. Nesse ritmo, os sérvios chegaram à primeira parada com o placar 8/6. A partida seguiu favorável aos sérvios e o set considerado o pior jogado pela seleção brasileira na Liga Mundial 2016, ou até mesmo na atual temporada. O Brasil não conseguiu reagir a tempo e acabou perdendo a parcial por 25/15.

Foto: FIVB 

Não se via uma Sérvia tão agressiva coletivamente no saque como hoje. O serviço forçado continuou durante o terceiro set, onde ao final do jogo, foram responsáveis por 20 pontos para a equipe. O Brasil tentou de inúmeras formas frear o saque do adversário, usando os tempo técnicos, os pedidos de desafio, as substituições, mas nada funcionava. Sem soluções na linha de passe, mais um set na conta dos donos da casa, por 25/21.  

À medida que a partida se encaminhava para o fim, o Brasil esbanjou uma forte reação no quarto set, Lucarelli foi ao saque e fez o time brasileiro passar a frente, quando perdia por 18/13. Desde então uma esperança de tie-break pintou na partida para o lado verde e amarelo, mas novamente o Brasil foi surpreendido por um arsenal de saques e a Sérvia fechou a partida em 25/22.

Os maiores pontuadores do confronto foi Lisinac e Lucarelli, ambos com 18 pontos, seguidos de Atanasijevic, marcando 16. 
Foto: FIVB
Compartilhe no Google+

About Juliana Amaral

Brasileira e alagoana. Proprietária e Redatora da United for Volley, estudante de Jornalismo e Design Gráfico, jogadora de voleibol e amante de música pop.

0 comentários:

Postar um comentário