RIO 2016: Em clássico asiático, Coreia leva a melhor diante do Japão

Coreia estreia com virada sobre a seleção japonesa e garante os 3 primeiros  pontos do grupo

Na primeira partida de vôlei de quadra dos Jogos Olímpicos 2016, tivemos um duelo asiático entre Japão versus Coreia do Sul. As coreanas demoraram um pouco para entrar no jogo, mas saíram com o resultado positivo na estreia, ao aplicar uma virada por 3 sets a 1 e parciais de (17/25, 25/15, 25/19 e 25/21). 

 Foto: FIVB

 SOBRE O JOGO

O time japonês escalou inicialmente a levantadora Miyashita, a oposto Nagaoka, as ponteiras Saori e Ishii, as centrais Shimamura e Akari, e a líbero Zayasu. Já o equipe coreana, dirigido por Lee Jung-Chul, entrou em quadra com a levantadora Hee Lee, a oposto Heejin, as ponteiras Kim Yeon Koung e Jeongah Park, centrais Jin Yang e Su Ji Kim, junto a líbero Hae Ran Kim.
  
Desde o início da partida, as japonesas impuseram um ritmo de saque muito forte, que foi responsável pela vantagem adquirida no começo do set. Desde então, o time japonês jogou a frente do placar. A Coreia demorou a entrar no jogo e só acumulava erros constantes. Na reta final do set, as japonesas já contavam com 7 pontos de vantagem (21/14). Liderada por Kim, a seleção coreana chegou a esboçar uma reação no final do set, mas foi tarde demais para impedir a vitória no set do Japão por 25/19.

 Foto: FIVB

No segundo set, o foco do saque japonês era a ponteira Kim, com o intuito de desestabilizar a coreana, que já mostrava uma postura mais agressiva e recebia mais bolas em quadra, porém essa tática japonesa não deu certo. A Coreia entrou no jogo e logo abriu uma ampla diferença no placar (18/9). Com o dobro de vantagem, as coreanas sobraram em quadra e ficou fácil para as jogadoras empatarem o duelo, fechando o set com 10 pontos a frente, 25/15.

O terceiro set do confronto foi de domínio coreano, que definitivamente entrou no jogo e passou a sempre comandar o placar. Com a recepção equilibrada, a levantadora Lee pode fazer uma distribuição mais diversificada, resultando na vitória do set por 25/17.

O quarto e último set foi o mais disputado de todo o confronto. Mas, quando tudo se encaminhava para uma vitória tranquila para a Coreia no final do set, que vencia por (23/19), o Japão voltou a sacar bem e adiou um pouco o final da partida, chegando a diminuir a vantagem para dois pontos 23/21. Essa reação japonesa não foi suficiente para impedir que as coreanas levassem o set por 25/23 e fechassem a partida em 3 sets a 1.

A maior pontuadora da partida foi a coreana Kim, com 30 pontos. Em seguida, a central Hyo Jin Yang, com 21 acertos. Pelo lado japonês, a oposto Nagaoka foi quem mais pontuou, marcando 19 pontos.



 Fotos: FIVB
Compartilhe no Google+

About Letícia Amaral

Brasileira e alagoana. Proprietária e Redatora da United for Volley, estudante de Jornalismo e Design Gráfico, jogadora de voleibol e amante de música pop.

0 comentários:

Postar um comentário