Escândalo de doping com russos pode dar título olímpico de Londres ao Brasil

Quatro anos após a conquista olímpica em um jogo épico, envolvimento de russos com dopping pode dar aos brasileiros mais um título olímpico

O ouro olímpico que foi inacreditavelmente tirado dos brasileiros nos Jogos Olímpicos de Londres pode estar mais próximo do que muitos imaginam. Tudo isso, graças ao suposto envolvimento do elenco russo masculino com dopping durante essa época. Com o carrasco Dmitriy Muserskiy já confirmado como usuário de substâncias proibidas durante o torneio, as coisas ficam mais fáceis para que o Brasil apresente uma proposta que retire a medalha de ouro da Rússia e sejam postas em seu peito. Logo, jogadores lendários como Murilo acumularia o tão sonhado ouro.

Foto: FIVB

Nessa circunstância, outros rapazes que não estavam no elenco campeão no Rio 2016, também teria o título, que é o caso de Sidão, Leandro Vissotto, Giba, Ricardinho, Thiago Alves e Rodrigão. Além disso, com mais essa medalha, Bruninho, Wallace, Lucão seriam bicampeões olímpicos, enquanto o líbero Serginho teria o seu tricampeonato.

Foto: FIVB

O levantador e capitão da seleção brasileira masculina Bruninho já se manifestou nas redes sociais pedindo um pronunciamento da Federação Internacional de Voleibol (FIVB). Esse questionamento está longe de acabar, uma vez que, se comprovado mais envolvidos de tal elenco russo com o dopping, as chances do outro ser transferido para o Brasil se tornam ainda maiores.



Para quem não lembra, o Brasil perdeu a grande final para os russos em um tie-break surpreendente. Porém, o que mais chamou atenção naquela época foi a excelente forma física da equipe russa, que não demonstrou cansaço na partida e pareceu levar tudo numa tranquilidade fora do normal.

Resta-nos aguardar o decorrer dessa situação e como tais autoridades irão lidar com essa polêmica. É óbvio que o russos também se posicionariam caso o título fosse retirado deles, mas se houver uma comprovação da infração, será bem difícil recorrer à decisão da tomada desse título.
Compartilhe no Google+

About Juliana Amaral

Brasileira e alagoana. Proprietária e Redatora da United for Volley, estudante de Jornalismo e Design Gráfico, jogadora de voleibol e amante de música pop.

0 comentários:

Postar um comentário