De virada, Brasil estreia com vitória no novo ciclo feminino

Na grande estreia do novo ciclo olímpico feminino, Brasil tomou susto das dominicanas mas se recuperou na partida


Na noite de ontem (30), a seleção brasileira feminina fez seu primeiro amistoso internacional do ano. Comandadas pelo experiente técnico José Roberto Guimarães, as garotas enfrentaram a República Dominicana, na cidade de Manaus, no Amazonas. Apesar do pequeno susto no início do jogo, as brasileiras venceram a partida, de virada, por 3 sets a 1 com as parciais (21/25, 25/20, 25/19 e 25/21).

Foto: CBV

Com um time misto mas liderado por veteranas, a primeira atuação internacional do Brasil no ano serviu inteiramente como um teste e entrosamento. Nesse duelo, a escalação contou com grandes nomes de campeãs olímpicas, como Natália, Adenízia e Tandara, e também com as novas caras do elenco verde e amarelo.

SOBRE O JOGO

A seleção brasileira entrou em quadra com a levantadora Roberta, a oposta Tandara, as ponteiras Natália e Drussyla, as centrais Adenízia e Carol e a líbero Suelen. Inicialmente, foram as dominicanas quem dominaram o set, pressionando as brasileiras e fazendo a diferença no contra-ataque. Com muitos erros na recepção, que dificultava a virada de bola, o Brasil se viu um pouco inofensivo e passou a levar pontos consecutivos. Na equipe dominicana, o destaque era a levantadora Marte, que fez boas distribuições e contribuiu com a evolução da equipe. A jovem ponteira dominicana Martinez era a mais acionada no ataque, se sobressaindo do bloqueio brasileiro e pontuando bem para fechar o primeiro set.

Foto: CBV

O intervalo da troca de set esfriou a cabeça das atletas do Brasil, que seguindo as orientações do técnico, mudou a postura e passou a ser mais agressivo. Bem mais concentradas, as brasileiras protagonizaram um set de muita qualidade, onde os rallys agitaram a partida e deixaram a disputa ainda mais acirrada. Com destaque para a central Adenízia, que pontou bem no bloqueio, o segundo set foi fechado pela equipe brasileira.

Foto: CBV

O terceiro set permaneceu com o mesmo domínio para as donas da casa, onde a torcida incentivou e o Brasil apresentou um pouco mais de entrosamento. Ainda sem alterações além das inversões 5-1, com a entrada de Naiane e Fernanda Tomé revezando a saída de rede com Edinara, Zé Roberto passou confiança para o time titular, que permaneceu até o fim do jogo. Posteriormente houve alterações na equipe, contando com aparições discretas das ponteiras Amanda e Rosamaria.

Foto: CBV

Já no quarto e último set, a recepção voltou a ser o inimigo das brasileiras, que sentiram um pouco, mas mantiveram êxito nas viradas de bola. No decorrer da partida, alguns fundamentos individuais tomaram destaque para as atletas brasileiras, como o saque forçado de Carol e os ataques potentes de Tandara. Foi nessa junção de equilíbrio técnico que o Brasil conseguiu se estabilizar e fechar a partida por 3 sets a 1, conquistando seu primeiro resultado positivo na estreia da nova equipe. Pelo lado brasileiro, as maiores pontuadoras do jogo foram a oposta Tandara e a central Adenízia.

Foto: CBV

As garotas voltam às quadras amanhã (01), em Belém-PA, novamente contra a República Dominicana. Dessa vez, a partida será transmitida pelo canal RedeTV! as 21h30m (horário de Brasília).
Compartilhe no Google+

About Juliana Amaral

Brasileira e alagoana. Proprietária e Redatora da United for Volley, estudante de Jornalismo e Design Gráfico, jogadora de voleibol e amante de música pop.

0 comentários:

Postar um comentário