De volta ao Brasil, Thaisa fala sobre sua recuperação e planos profissionais

A carioca multi-campeã fala um pouco de suas experiências e expectativa para retornar às quadras

A central Thaisa Daher é uma das jogadoras mais temidas do voleibol mundial, com todo esse peso em sua carreira, ela se desafiou a vivenciar sua primeira experiência internacional, atuando pelo clube turco Eczacibasi VitrA.

Foto: FIVB

Durante a temporada, ela sofreu uma grave lesão que a tirou das quadras e comprometeu seu retorno. A bicampeã olímpica está de volta ao Brasil para iniciar seu tratamento, e já se submeteu a mais uma cirurgia, dessa vez, para fazer reparos do incidente sofrido há meses atrás.

Foto: VolleyMob

Na última quarta-feira, ela conversou com a United for Volley e falou um pouco de como está sendo sua recuperação, seus planos futuros e se pretende voltar a atuar em clubes brasileiros. Confira!

UFV - Então, qual foi o grau da sua lesão?

Thaisa - "Foi grave. E quando abriu o joelho foi que o meu médico viu que estava ainda pior do que se podia ver pela ressonância. Estava realmente muito ruim, tanto a cartilagem quanto o menisco". 

UFV - Os médicos já deram uma estimativa para sua recuperação?

Thaisa - "Sim. O Dr. Luís Eduardo Tirico me disse 6 meses para recuperar. Antes dos 3 meses não posso sonhar em dobrar mais que 90° do meu joelho. (É da pra perceber q o negócio é sério)".

UFV - Sabemos que você teve sua primeira experiência internacional.. Como você classifica essa temporada?

Thaisa - "Foi um temporada maravilhosa!!!! Eu amei de verdade... Infelizmente nós atletas estamos sujeitos a lesões e tal... Acontece... Mas tirando isso, só tenho elogios a fazer ao país, clube, campeonato... tudo".

UFV - O Eczacibasi te prestou assistência suficiente após a lesão?

Thaisa - "Sim!! Meu clube está me dando todo suporte necessário! Estão do meu lado todo tempo!!! Estão sendo maravilhosos comigo!!!!!"


UFV - E sobre a seleção brasileira, você se considera à disposição do Zé Roberto depois de recuperada? Ainda sonha com mais uma olimpíada?

Thaisa - "Eu preciso me recuperar e voltar ao ritmo de jogo pra depois pensar pra frente. Sei da dificuldade que é pra voltar a pegar ritmo de jogo e sofri um pouco em 2016 por conta disso, porque em 2015 após a cirurgia nos joelhos, voltei bem e antes do previsto, mas não pude treinar tanto quanto eu gostaria, porque ou eu treinava ou eu jogava. Então como a prioridade era jogar, eu não conseguia treinar, porque acumulava muita carga para os joelhos recém operados.... E isso refletiu em 2016 quando estava abaixo do meu normal ou do que eu gostaria. Então preciso recuperar e retomar meu ritmo de jogo e tal. Preciso me sentir apta e amparada para voltar ao 100% em quadra.

UFV - Você pretende jogar no Brasil ou ainda estuda mais propostas internacionais?

Thaisa - "Eu tenho dois anos de contrato no Eczacibasi, então tenho mais uma temporada lá! E estou muito feliz!! Claro que se tiver uma boa proposta eu volto ao Brasil!!! Eu amo meu país!!!!!"
Compartilhe no Google+

About Juliana Amaral

Brasileira e alagoana. Proprietária e Redatora da United for Volley, estudante de Jornalismo e Design Gráfico, jogadora de voleibol e amante de música pop.

0 comentários:

Postar um comentário