Lutando contra o rebaixamento, Itália acaba com invencibilidade francesa da Liga Mundial

A única equipe invicta na competição caiu diante dos italianos em um jogo duro

Hoje (16), no primeiro duelo da terceira fase da Liga Mundial, válido pelo grupo I, os italianos conquistaram uma grande vitória diante do franceses. A França chegou a liderar o marcador, fechando o primeiro set por 25/20, mas jogar à frente não foi suficiente para garantir a vitória.

O placar final da partida foi de 3 sets a 2 com parciais de 20/25, 25/21, 24/26, 25/20 e 16/14 para a Itália. Apesar da derrota, os maiores pontuadores do duelo foram do lado francês, Rossard e Boyer, ambos com 19 acertos. 

Comemoração italiana (Foto: FIVB)


Até então, haviam sido seis jogos e seis vitórias francesas na Liga Mundial 2017, o que acabou sendo interrompida pelos italianos em um jogo memorável. 

A vitória da Itália foi surpreendente devido a má campanha do time pós-olimpíada. O time não contava com força máxima, pois chegaram no campeonato sem os principais atacantes do grupo, Zaytsev e o cubano nacionalizado italiano, Osmany Juantorena, grandes responsáveis por levar o grupo à final olímpica no Rio de Janeiro. A medalha de ouro ficou com o Brasil. 

A situação italiana é bastante delicada no competição, pois dentre os seis jogos disputados, acumula cinco derrotas, sendo elas contra a Polônia, Brasil, Estados Unidos, França e Rússia. Ao todo a equipe soma seis pontos e ocupa a 11º colocação na tabela.

O resultado positivo serve como motivação para os italianos que, com a permanência na divisão de elite ameaçada, tem a árdua missão de vencer todos os próximos jogos que disputar e ainda sim, torcer pro tropeços de outras seleções.

O próximo confronto da Itália será amanhã (17) contra a Bélgica, às 15h10min, e no domingo (18) diante do Canadá, às 8h. 
Compartilhe no Google+

About Letícia Amaral

Brasileira e alagoana. Proprietária e Redatora da United for Volley, estudante de Jornalismo e Design Gráfico, jogadora de voleibol e amante de música pop.

0 comentários:

Postar um comentário